Em 1840 o banqueiro Edmund Ilheny, por conta da guerra, perdera tudo que tinha em New Orleans. Passou então a tomar conta das plantações de cana da família de sua mulher, na ilha de Avery – Estado de Louisiana. O lugar era, na verdade, uma montanha de sal coberta por fina camada de terra. Numa horta que cultivava como hobby, plantou sementes de pimenta que recebera de amigo, a Capsicum frutenses –  grande, quase um pimentão, de sabor forte e muito saborosa; e desconhecidas em sua terra natal. E tão bem se deram, naquela ilha, que logo tomaram conta da horta. O ex-banqueiro passou a preparar um molho só com essa pimenta, misturada em vinagre e sal (da própria ilha). Depois foi acrescentando outros ingredientes, ao acaso. E descobriu também que, deixando o molho fermentar por alguns dias, ele ficava ainda mais saboroso. Até então, tudo era só curiosidade. Mas iam mal os negócios da cana. E ele decidiu fazer uma experiência. Então preparou 350 garrafas daquele molho e distribuiu em algumas lojas da região. No rótulo, apenas o nome Tabasco – nome da cidade de onde vieram as sementes, ao sul do México. Corria o ano de 1869. E deu certo.  A planta acabou tomando conta de todo canavial. Mantido a fórmula, sem alteração como segredo da família.
As sementes são até hoje colhidas manualmente, amassadas e postas junto ao sal (da ilha de Avery). Depois a mistura vai para barris de carvalho branco do Kentucky; sendo, as tampas, cobertas com uma grossa camada de sal – para impedir que o ar entre no interior do tonel e prejudique a fermentação. Depois de três anos os barris são abertos e a pasta é misturada com vinagre puríssimo (11 barris de pimenta para 1000 galões de vinagre). Hoje 100 milhões de garrafas, são consumidas em 162 países. Sendo aquela pimenta plantada em países como Colômbia, Venezuela, Costa Rica, Panamá, Honduras, Republica Dominicana e até no Nordeste brasileiro, (Ceará). Muitos outros molhos são feitos com essa pimenta. Mas o nome Tabasco é marca registrada. E sua fórmula propriedade apenas dos descendentes da família Avery McIlheny.

RECEITA: CENOURAS COM MEL E TABASCO
INGREDIENTES:
450 gr de cenouras descascadas e cortadas em rodelas finas
½ xícara de passas brancas
2 colheres de sopa de manteiga
3 colheres de sopa de mel
1 colher de sopa de suco de limão
¼ colher de chá de gengibre moído
½ colher de chá de Tabasco
¼ de xícara de chá de amêndoas descascadas e fatiadas

PREPARO:
• Cozinhe as cenouras no fogo por 5 minutos. Escorra e coloque em uma frigideira junto com a manteiga, as passas o mel, o suco de limão, o gengibre e o Tabasco. Mexa de vez em quando até que as cenouras fiquem carameladas.
• Coloque em uma travessa e cubra com as amêndoas.