Enquanto a eleição para presidente do Flamengo decide quem vai comandar o clube a partir do ano que vem, o técnico Dorival Junior espera no Rio de Janeiro. Ele recebeu a sinalização de alguns candidatos de que continuará no cargo caso um deles seja eleito. “Vamos aguardar esta eleição para ver o que podemos fazer”, disse o treinador ao Blog do Boleiro.
 
Dorival quer mudar o time. Nos quatro meses em que dirigiu a equipe no Campeonato Brasileiro, ele não conseguiu montar um time que marque muito e jogue em velocidade. Ao contrário: “Minha característica é sempre com velocidade e não consegui implantar esta filosofia no Flamengo. O time é cadenciado em todos os setores”, avaliou.
 
Para isso, em 2013, o treinador fala em mudanças: “É preciso dar uma revigorada no time, promover algumas mudanças no elenco, trazer jogadores mais qualificados”. Na verdade, Dorival Junior queria já ter iniciado este processo. “Mas com as eleições ficou tudo meio parado. Os outros times estão andando atrás de reforços e mudanças”, afirmou.
 
O Flamengo terminou o Campeonato Brasileiro em 11º lugar, com 50 pontos, nove a mais do que o Sport Recife, que foi rebaixado com 9 pontos a menos. E em pelo menos três momentos do torneio, o clube carioca ficou muito perto do G4 do mal.
 
O pleito presidencial define ainda nesta segunda-feira o futuro do Flamengo e do time de futebol. O vencedor deve ser conhecido até às 23h30. Durante  o dia, o candidato Eduardo  Bandeira de Mello liderava os votos, seguido da atual presidente Patrícia Amorim e do oposicionista Jorge Rodrigues