Bruno Rodrigo está na mira do Palmeiras. O técnico Gilson Kleina indicou o zagueiro que tem vínculo com o Santos até o próximo dia 31. Os dirigentes alviverdes já consultaram os representantes do atleta de 27 anos. Quiseram saber qual a disposição de conversar e de atuar com a camisa alviverde em 2013.

Eles ouviram que Bruno foi sondado pelo Bordeaux, da França, e espera por uma proposta oficial do clube francês que deve enviar um e-mail na primeira semana de janeiro. Até lá, o Palmeiras pode entrar na parada com uma oferta. Mas não se sabe se ela vai sair antes da virada de ano.

Bruno Paiva, empresário de Bruno Rodrigo, já teve um exemplo de como os dirigentes palmeirenses estão tocando a reformulação do elenco. Há cerca de três semanas, o gerente de futebol César Sampaio consultou sobre o volante Rodrigo Souto que estava no Jubilo Iwata, do Japão, e decidiu retornar ao futebol brasileiro.

Sampaio pediu para que Paiva o informasse das pretensões salariais de Rodrigo. “Passamos os valores e eles não nos deram resposta até agora”, disse ao Blog do Boleiro. O Palmeiras não pediu prioridade na negociação. O volante está no mercado e procura clubes interessados.

Aparentemente, o presidente palmeirense Arnaldo Tirone está de mãos atadas para contratar reforços. A decisão do Conselho Deliberativo de ordenar que o dirigente consulte o Conselho de Orientação e Fiscalização, antes de concluir qualquer negócio, paralisou as ações do futebol.

O empresário Ely Coimbra Filho, que cuida da carreira do volante Marcos Assunção já está impaciente. O contrato do jogador com o Palmeiras termina também no dia 31 de dezembro e até o início da tarde desta sexta-feira, o clube não procurou o representante. “Parece mentira, mas até agora nada”, disse Ely.