O presidente da Federação Paulista de Futebol, Marco Polo Del Nero, tomou conhecimento das críticas do técnico Tite, do Corinthians, feitas no último sábado, antes e depois da vitória sobre o Ituano por 3 a 2. Decidiu que não comentaria o assunto. "Não vou responder a treinador. Ele que procure o departamento técnico da Federação", disse o dirigente ao Blog do Boleiro.

O treinador reclamou – e muito – da Federação Paulista de Futebol por não ter adiado a partida, pelo menos até o domingo. Afinal, durante a semana, o time viajou até o México, enfrentou o Tijuana na Baja California e voltou a São Paulo na véspera do confronto.

Antes do jogo no Pacaembu começar, Tite elogiou o presidente da Federação Mineira por ter mudado a tabela do Estadual para dar um "respiro" ao Atlético Mineiro que, como o Corinthians, disputa a Copa Libertadores da América. Depois, na coletiva de imprensa, o técnico disse ainda que a diretoria corintiana tentou e não foi atendida no pedido de mudança da data do confronto contra o Ituano. E ainda afirmou que não acreditava em má fé, mas sim em falta de competência da FPF.

No entanto, o diretor de futebol do Corinthians, Duílio Monteiro Alves, admitiu que está difícil encontra datas livres para o Corinthians jogar nos próximos dois meses.