Neymar está amando e isso não atrapalha o desempenho em campo. Esta é a opinião de Muricy Ramalho, técnico do Santos. Ele saiu em defesa do atacante que está na seleção brasileira e criticou quem aponta o namoro com a atriz Bruna Marquezine como causa da queda de desempenho do jogador. “O cara está apaixonado, eu posso falar. E ele chega cedo para treinar, treina mais que os outros, pede para jogar, não reclama. Não se pode misturar as duas coisas”, disse.

O treinador acha que citar o relacionamento de Neymar para justificar críticas de mau futebol só causa desgaste. “Sofre ele, sofre a namorada e não leva a nada”, disse em entrevista ao programa Concentração, na Rádio Bandeirantes.

Muricy está interessado no trabalho da estrela do Santos. E aponta defeitos e qualidades: “Nossas estatísticas mostram que ele está desarmando mais. Ele melhorou. Mas também tem errado mais passes e estamos trabalhando nisso. Na seleção, ele fez um trabalho de transição muito bom no primeiro tempo contra a Itália”.

Para o técnico santista, Neymar continua no Santos até o final da Copa do Mundo de 2014. “Eu não acho coisas. Posso dizer que, em duas conversas que tive com o pai dele – até para falar de outras coisas – ele me disse que o menino não sairá até lá”, revelou.

Mas a ida para o futebol europeu é, segundo Muricy Ramalho, inevitável. Ele teme apenas que o jogador de 21 anos não tenha o espaço que tem no Santos. “Lá, o time paga caro e não está nem aí se o garoto vai ser titular ou não. Tenho medo de que ele não jogue. Isso vem acontecendo com o Kaká”, afirmou.

E mais: Muricy saiu em defesa de Neymar porque está defendendo o que considera artigo raro no Brasil. “Temos que cuidar dele. Temos poucos craques no Brasil e um cara como ele,diferenciado, que cumpre contrato, treina muito, não pode ser sacrificado porque está namorando. Quem não namora?”, falou.