Blog do Cláudio Lembo

Aventureiros na política

O observador atento dos costumes políticos nacionais, sem maior dificuldade, constatará uma clara evidência. A oposição, em nosso meio, apresenta-se com contornos sazonais.   Não existem oposicionistas permanentes. Representantes populares capazes de apontar erros da administração durante todo o mandato dos ocupantes dos cargos do Executivo.   Após a posse dos prefeitos, de governadores ou …


Quem será a próxima vítima?

Atingimos a plenitude da decadência. Quando o ser humano não é respeitado em seu direito de ir e vir livremente pelas ruas de suas cidades, a anomia torna-se rotina.   É a barbárie substituindo a civilização. As cidades brasileiras – e suas irmãs da América Latina – tornaram-se câmaras de extermínio. Basta dar uma passo …


O dinheiro e a política

Tema sensível está sob análise do Supremo Tribunal Federal. Trata-se do financiamento das campanhas eleitorais. Os votos até aqui proferidos apontam para a proibição de doações por pessoas jurídicas.   Exatamente isto. As empresas não poderão participar dos pleitos por meio de doações. Estas só se concretizarão, de acordo com a maioria dos ministros, por …


A democracia após 1964

A semana foi repleta de análises a respeito dos idos de 1964. Falou-se muito. Apresentaram-se múltiplas versões. Antigos pusilânimes tornaram-se heróis. Heróis, por natural timidez, não falaram.   Há muitas vertentes para se atingir o âmago daqueles dias agitados. Todos tinham razão. As muitas esquerdas desejavam a melhoria das condições de vida da sociedade. Reformas …


A mentira como discurso político

A leitura desapaixonada das notícias da administração pública e dos assuntos políticos conduz a uma profunda depressão. O cidadão comum sente-se ofendido. É menosprezado.   Os administradores públicos parecem que, diariamente, procuram criar fatos absolutamente inverossímeis. Falsos. Assemelham-se a ilusionistas sem qualidade.   Ninguém é veraz. Os militantes de todos os partidos parecem concorrer ao …


 

Terra Magazine por Bob Fernandes