Terra Magazine

 

Terça, 3 de outubro de 2006, 15h15

Daniel Dantas perde causa na corte inglesa

Antoine Morel

O Privy Council, da Inglaterra, a mais alta corte para territórios britânicos além-mar, deu ganho de causa, hoje de manhã, a Luís Roberto Demarco Almeida contra Opportunity, de Daniel Dantas. O primeiro é ex-sócio do grupo, que era controlador da Brasil Telecom.

Pela sentença de hoje, o banco deverá pagar a Demarco os 3,5% relativos à participação no Opportunity garantidos por contrato ao executivo quando ele foi diretor da empresa entre 1997 e 1999. Demarco e o Opportunity brigavam desde quando este saiu do grupo e pediu o valor do contrato. A ação pedia que Demarco desse US$ 1 milhão ao grupo.

O processo foi iniciado na corte das Ilhas Cayman, onde fica a sede da empresa Opportunity Equity Partners Ltda, e chegou a Londres em terceira instância encerrando uma longa batalha judicial. "Os juízes corroboraram a primeira instância", disse Marcelo Elias, advogado de Demarco.

Segundo ele, a vitória é um marco na corte inglesa. "Este será um caso reportado. Ou seja, se acontecer de novo, este caso será usado como exemplo", afirmou Elias, que teve apoio dos advogados Seamus Andrew e Michael Black.

 

Terra Magazine América Latina, Veja a edição em espanhol