Terra Magazine

 

Segunda, 20 de agosto de 2007, 15h15

Avião da TAM arremete para evitar choque no RS

Eduardo Tessler

O Airbus A-320 da TAM que fazia o vôo JJ-3151 Guarulhos-Porto Alegre escapou por pouco de envolver-se em mais uma tragédia da aviação civil nacional.

Já passava da 1h da madrugada desta segunda-feira quando o avião se preparou para pouso no Aeroporto Salgado Filho. Só o que a torre não avisou é que na mesma pista o Boeing 737 da Gol que fazia o vôo G3-1646 ainda manobrava em direção ao terminal.

O A-320, em aproximação final na pista, precisou arremeter para evitar a colisão frontal, percebida visualmente pelo comandante.

Leia também:
Secretária de Turismo descreve arremetida no RS
Aeronáutica nega risco de colisão

Depois de um princípio de pânico em alguns passageiros e uma nova volta pelo céu de Porto Alegre, o JJ-3151 pousou sem dificuldades no Salgado Filho. Só então o comandante explicou o ocorrido para passageiros revoltados com a falta de informações da cabine.

- O procedimento de abortamento do pouso foi feito para evitar um choque com outra aeronave que estava na pista sem que o controle de vôos do aeroporto nos informasse - disse o comandante, depois de pousar. Antes disso, entre a súbita interrupção do pouso e o speech do piloto, foram sete minutos de angústia dos passageiros.

O vôo 3054, que acabou em tragédia no Aeroporto de Congonhas, partiu do mesmo Salgado Filho. Ou seja, a lembrança do acidente ainda está bem viva nos gaúchos. Ainda mais quando viajam em um A-320, a mesma aeronave que chocou-se em São Paulo há um mês.

A revolta dos passageiros do JJ-3151 desta madrugada - já cansados pelo atraso de uma hora e meia do vôo - distribuía-se entre dois alvos: contra o comandante da TAM, que adotou o silêncio até depois do pouso, permitindo o pânico, e contra a torre do Salgado Filho, que esqueceu-se de avisar que outra aeronave ainda estava na pista.

Por habilidade do comandante, este incidente acabou bem. Mas poderia não ter sido assim.

A assessoria de imprensa da TAM afirmou que a empresa não vai se manifestar oficialmente a respeito enquanto não terminarem as apurações do incidente.

 
Divulgação
Um Airbus A320, do mesmo modelo daquele que se acidentou em São Paulo, passou por incidente em Porto Alegre na madrugada de hoje

Terra Magazine América Latina, Veja a edição em espanhol