Terra Magazine

 

Segunda, 29 de outubro de 2007, 07h55

Ela dança sem calcinha

Márcio Alemão

O que me irrita verdadeiramente é a postura séria de certos apresentadores diante de assuntos totalmente tolos, imbecis, desprezíveis. Uma tal de Valéria, no programa de Luciana Gimenez, declarou, em uma outra vez que esteve no programa, que só ia aos bailes funk sem calcinha. Esse espetacular assunto, essa extraordinária matéria, parece ter gerado polêmica e, portanto, lá estava a tal Valeria mais uma vez, acrescentando, dessa feita, que algumas pessoas têm ido além dos limites.

Vocês não fazem idéia como essa notícia deixou Luciana chocada. Francamente, não vejo nenhum problema em querer dançar sem calcinha. Mas, ponha-se no lugar do diretor do programa que, diariamente, precisa arranjar assunto. Desfiles de lingeries de gosto muito duvidoso feito por moças quase não muito feias não ocupam todo o tempo. Valéria dança sem calcinha e não vê problema nisso. Temos imagem da moça dançando e temos uma câmera que pega um contra-plongé, de baixo para cima e mostra tudo. Não vamos mostrar, vamos quadricular, mas isso vai gerar polêmica.

Ninguém fica no baile no ângulo daquela câmera. Valéria, parece, não levanta a saia enquanto dança. Logo, meus caros leitores, onde está o problema, onde está a polêmica?

Mas aquela expressão, aquela extrema preocupação, aquelas sombrancelhas arqueadas, a testa franzida, esse show falso, essa interpretação pobre é o que mais me incomoda. Sempre penso que o esforço demonstrado deve ter a ver com o volume do ponto no ouvido.

E a moça foi seguindo, dizendo que as pessoas fazem sexo no baile funk. Luciana pergunta se ela, Valéria, acha isso certo. Valéria, moça brilhante, disse que não cabia a ela julgar. Deixou claro que não faria isso. Não me cabe julgar é uma ótima frase. Camarada decide fazer sexo com a amiguinha no balcão da lanchonete. Os demais presentes não devem julgá-los. Com certeza, se perguntados, diriam que não fariam aquilo naquele lugar mas... E esse é apenas um micro exemplo da falta absoluta de conteúdo que os programas diários nos oferecem.

Moça dança sem calcinha e isso vira pauta. Sobre rapazes sem cueca, nada se comentou. Mas aposto que estão de olho nesse assunto também. Se esse rapaz fizer sexo com alguma moça sem calcinha no baile funk, terão um mês de programa e um mês de expressões de preocupação. Mas essas expressões, para alegria dos fãs, se desfazem ao primeiro merchandising.

Márcio Alemão é publicitário, roteirista, colunista de gastronomia da revista Carta Capital, síndico de seu prédio, pai, filho e esposo exemplar.

Fale com Márcio Alemão: marcio.alemao@terra.com.br

Opiniões expressas aqui são de exclusiva responsabilidade do autor e não necessariamente estão de acordo com os parâmetros editoriais de Terra Magazine.
Reprodução
Espanto - A apresentadora Luciana Gimenez se surpreendeu com uma convidada que vai ao baile funk sem calcinha

Exibir mapa ampliado

O que Márcio Alemão vê na Web

Terra Magazine América Latina, Veja a edição em espanhol