Terra Magazine

 

Sexta, 30 de novembro de 2007, 09h14

Pedro Simon: "Corinthians roubou título do Inter"

Claudio Leal

Para a vaidade dos gaúchos, dois times do Rio Grande do Sul concentrarão os olhares dos brasileiros no próximo domingo.

Depois da derrota para o Vasco, no Pacaembu, a permanência do Corinthians na Série A do Campeonato Brasileiro passa a depender do desempenho do Grêmio e Internacional. Mas velhas mágoas e rivalidades estaduais prometem renascer em campo.

Em Porto Alegre, o Corinthians precisará vencer o Grêmio. No Serra Dourada, o Goiás agradeceria uma ajudinha do Inter na hora de selar o destino corintiano.

Nos bares, ruas e rádios gaúchas, há uma só pergunta: o Inter deve entregar o jogo ao Goiás para empurrar o Corinthians à Segunda Divisão?

» Opine aqui

Atrás de uma opinião colorada, Terra Magazine ouviu o senador Pedro Simon (PMDB-RS). Torcedor do Inter, ele não deseja ver seu time perder somente para rebaixar o Corinthians. Não admite rogar uma praga para arrasar outro clube.

- Isso é uma coisa que nós não temos boa lá no Rio Grande, né?

Simon não leva fé no Goiás: "É muito ruim". Aposta que o Inter vence o jogo com facilidade. O senador compreende, porém, a zanga dos gaúchos com os corintianos. Engasgado, o Campeonato Brasileiro de 2005, vencido injustamente pelo Corinthians, na avalição dos vermelhos.

- Nós, do Inter, porque ele nos roubou o Campeonato Brasileiro (de 2005), né? (...) O próprio presidente do Corinthians (Alberto Dualib) disse que o jogo foi roubado.

Em escutas telefônicas da Polícia Federal, na Operação Perestroika, o então presidente do Corinthians, Alberto Dualib, declarou que o campeão brasileiro de 2005 seria "de fato e de direito o Internacional". Dualib afirmou ao empresário Renato Duprat:

- Nos últimos cinco jogos nós tínhamos 14 pontos na frente (do Internacional) e chegamos, entendeu, um ponto só... roubado.

Em 2005, depois da descoberta de fraudes do árbitro Edílson Pereira de Carvalho, 11 jogos foram anulados pelo STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva). O Inter foi prejudicado pela decisão. No Pacaembu, em jogo com o alvinegro, ainda teve um pênalti não marcado.

Leia a entrevista completa de Pedro Simon.

Terra Magazine - Hoje, o tema não é política - é futebol. O futuro do Corinthians depende de dois times gaúchos pra não ser rebaixado. Mas o clima no Rio Grande não é favorável...
Pedro Simon - Se depender do Inter, o Grêmio tá bem. Porque nós ganhamos do Goiás. Depende de eles ganharem do Corinthians.

Como torcedor do Inter, o senhor acha que seu time deve perder?
O Inter vai ganhar do Goiás. O Goiás é muito ruim. O Colorado... Pena que o campeonato acabou agora... Se estivesse começando, estaríamos numa boa fase.

Os gaúchos não querem que o Inter perca e o Corinthians vá para a segunda divisão?
Isso é uma coisa que nós não temos boa lá no Rio Grande, né? Eu sou Inter, não sou antigremista. Eu torço por meu time. Já sofri muito porque seria um desgaste se o Inter passasse o ano de seu centenário na Segunda Divisão. Já tô feliz de não ir pra Segunda, mais feliz em estar na (Copa) Sul-Americana.

Por que o Corinthians desperta tanta paixão contrária dos gaúchos?
Nós, do Inter, porque ele nos roubou o Campeonato Brasileiro (de 2005), né? Nós ganhamos e só falta... O próprio presidente do Corinthians (o ex-presidente Alberto Dualib) disse que o jogo foi roubado. E, no entanto, não querem nos entregar o tetra. Tá na hora de tirar do Corinthians e dar pro Internacional.

Domingo, o Colorado entra em campo para ganhar?
Não tenho nenhuma dúvida de que isso vai acontecer.

» Comente aqui esta e outras notícias de Terra Magazine

 
Agência Senado/Reprodução
Torcedor do Inter, o senador Pedro Simon quer uma vitória de seu time sobre o Goiás, no domingo.

Terra Magazine América Latina, Veja a edição em espanhol