Terra Magazine

 

Sexta, 29 de fevereiro de 2008, 16h44

Suplicy sugere show gratuito de Bob Dylan em SP

Diego Salmen
Especial para Terra Magazine

O músico norte-americano Bob Dylan se apresenta em São Paulo nos dias 5 e 6 de março, no Via Funchal - com ingressos cujo preço pode chegar a R$ 900,00. No Rio de Janeiro, o cantor folk se apresenta no dia 8 do mesmo mês. Mas, a depender do senador Eduardo Suplicy (PT-SP), o público paulista pode levar a melhor.

Suplicy enviou uma carta ao prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), na manhã desta sexta-feira, pedindo para considerar a possibilidade da realização de um terceiro show - desta vez, gratuito - de Dylan na cidade. Diz a carta:

- Tenho a convicção de que os paulistanos veriam como muito positivo que Vossa Excelência verificasse a possibilidade de que Bob Dylan possa dar um terceiro show em São Paulo, possivelmente no sábado dia 7, já que vai cantar no Rio de Janeiro no dia 8, ao ar livre, no Parque Ibirapuera, para todos os que desejarem assistir, gratuitamente.

Prossegue o documento:

- Creio que ele próprio e seus produtores responsáveis verão essa iniciativa com bons olhos. Pois foram muitas as vezes que Bob Dylan cantou assim em Parques. Eu assisti um excelente show de Bob Dylan num dos mais belos parques de Londres em 2004. Ali estavam filhos, pais e avós, três gerações assistindo juntos um espetáculo de excelente qualidade.

Fã de Bob Dylan, em mais de uma ocasião o senador citou músicas do norte-americano em discursos, como o clássico Blowin' in the Wind. Suplicy cantarolou a canção após uma palestra no Iraque, em janeiro deste ano, para onde viajou com o objetivo de divulgar o programa Renda Mínima.

Contactada por Terra Magazine, a assesoria da prefeitura de São Paulo confirmou o recebimento da carta do senador por parte do prefeito Kassab. Ainda segundo a assessoria, o prefeto teria gostado da idéia, caso seja possível realizá-la. Ele encaminhou a carta ao secretário de Cultura, Carlos Kalil, que deve avaliar a possibilidade do evento junto aos produtores do evento. Já a produtora Mondo Entretenimento afirmou que não houve nenhum contato da prefeitura tratando de um show extra de Dylan.

Leia a seguir a íntegra da carta enviada por Suplicy ao prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab:

Prezado Prefeito Gilberto Kassab:

Na próxima semana, São Paulo vai receber um dos maiores artistas contemporâneos, o poeta, cantor e compositor Bob Dylan. Ele é considerado por muitos um dos maiores poetas da língua inglesa. Suas canções foram cantadas pelos povos dos mais diversos países nas grandes manifestações por direitos cívicos e pela paz nos últimos quarenta anos. Constato que Bob Dylan irá fazer dois shows na Via Funchal, nos dias 5 e 6, a preços de R$ 250,00 a R$ 900,00, para 2.500 pessoas cada dia. 80% dos ingressos já foram vendidos.

Gostaria de fazer uma sugestão a Vossa Excelência. São Paulo dispõe de grandes espaços públicos que são propícios para a apresentação dos grandes artistas para que o povo possa assistir gratuitamente. O Parque Ibirapuera dispõe da Praça da Paz que tem sido tradicionalmente utilizada para essa finalidade. Ali já houve concertos para mais de cem mil pessoas nas apresentações de Ray Charles, Milton Nascimento, Rita Lee, Caetano Veloso e tantos outros. Recentemente se construiu um dos mais belos auditórios da cidade desenhado por Oscar Niemeyer cuja concha acústica externa serve para justamente ser feito um show para mais de 30 mil pessoas.

Tenho a convicção de que os paulistanos veriam como muito positivo que Vossa Excelência verificasse a possibilidade de que Bob Dylan possa dar um terceiro show em São Paulo, possivelmente no sábado dia 7, já que vai cantar no Rio de Janeiro no dia 8, ao ar livre, no Parque Ibirapuera, para todos os que desejarem assistir, gratuitamente. Creio que ele próprio e seus produtores responsáveis verão essa iniciativa com bons olhos. Pois foram muitas as vezes que Bob Dylan cantou assim em Parques. Eu assisti um excelente show de Bob Dylan num dos mais belos parques de Londres em 2004. Ali estavam filhos, pais e avós, três gerações assistindo juntos um espetáculo de excelente qualidade.

Para que possa compreender ainda melhor porque considero tão relevante a música de Bob Dylan, anexo o relato oficial de minha recente viagem ao Iraque apresentado ao Senado Federal. Assim como propús para o Governo e para o Conselho de Representantes do Iraque instituam uma Renda Básica de Cidadania, é a minha proposição que o prefeito de São Paulo institua pioneiramente, em cooperação com o Governo Federal, uma Renda Básica de Cidadania.

Respeitosamente,
Senador Eduardo Matarazzo Suplicy

 
BBC Brasil
Se depender do senador Eduardo Suplicy (PT-SP), Bob Dylan (foto) pode fazer um terceiro show - de graça - na cidade de São Paulo

Terra Magazine América Latina, Veja a edição em espanhol