(Foto UFC – Chuck Liddell)

Por Eduardo Cruz, repórter do blog:

O presidente do UFC, Dana White, anunciou a aposentadoria de Chuck Liddell durante a conferência de imprensa do UFC 125 realizada em Las Vegas. A boa notícia é que o “Homem de Gelo” aceitou o convite para ser um dos executivos da organização.
 
“Quero agradecer Frank, Lorenzo Fertitta e Dana White por tudo o que eles tem feito por mim e pelo esporte durante anos. Mais do que tudo, quero agradecer aos meus fãs, minha família” disse emocionado, quase sem conseguir pronunciar as palavras.
 
“Amo esse esporte e estou empolgado por ir para um novo estágio em minha vida e continuar promovendo o melhor esporte do mundo, o esporte que amo. Eles [UFC] estão me dando a oportunidade de novamente promover e continuar trabalhando agora que estou aposentado.”
 
Aos 41 anos de idade, Liddell encerra sua lendária carreira com vinte e uma vitórias e nove derrotas. O ícone do Ultimate estreou no UFC 17, em 15 de maio de 1998, com uma vitória por decisão unânime sobre Noe Hernandez. Voltou ao octógono no UFC 19 e foi derrotado por Jeremy Horn para então vencer dez lutas consecutivas até perder o cinturão interino da categoria meio-pesado do UFC para Randy Couture no UFC 43.
 
Chuck finalmente tornou-se campeão até 93kg no UFC 52, em abril de 2005, com uma vitória sobre Couture, no segundo round. Defendeu o cinturão em quatro oportunidades até ter sido derrotado por Quinton Jackson, no UFC 71, derrota que marcou o fim de seu domínio no UFC. A partir da perda do título, Chuck anotou uma vitória e quatro derrotas em suas cinco lutas seguintes, sendo a mais recente no UFC 115, um nocaute técnico aplicado por Rich Franklin.
 
“Nos últimos dez, mais de dez anos, Chuck Liddell tem sido mais do que eu possa falar. Todos os caras sentados aqui, eu mesmo, meus sócios devemos muito ao Chuck Liddell. Ele tem sido, como disse, mais que um amigo, mais que um lutador, mais que um campeão” disse Dana White sobre o amigo e agora funcionário do UFC.
 
“Chuck estará envolvido em muitas coisas diferentes como vice-presidente de desenvolvimento de negócios. Ele trabalhará não somente nas questões óbvias de controle, relacionamento com atletas, mas principalmente no desenvolvimento comercial” finalizou Lorenzo.
Campeão do UFC de molho por pelo menos seis meses

O campeão peso pesado do UFC, Cain Velasquez, ficará fora de ação por período que poderá variar entre seis a oito meses devido a uma contusão no ombro direito, segundo noticiou o MMAFightnig.com, em seguida confirmada pelo presidente Dana White.
 
A lesão de Velasquez não somente adia sua primeria defesa de cinturão, como altera os planos do desafiante número 1 da categoria, Junior “Cigano” dos Santos, que está ansioso pelo combate que ainda não havia sido oficilizado pelo UFC. O empresário do brasileiro, Ed Soares, informou que Cigano fará uma luta antes do retorno do campeão, que deve acontecer entre junho e agosto do próximo ano.
 
Pergunta aos leitores do Blog Mano a Mano: Contra qual oponente você gostaria de ver Cigano em ação no UFC?

* Siga o blog no twitter: http://twitter.com/GugaNoblat