Foto: Reprodução/Twitter

De acordo com a coluna Outro Canal, desta sexta-feira, a troca de lugar da luta de Anderson Silva contra Chael Sonnen causou problema para a Rede Globo, já que a emissora adquiriu pacote que inclui todos os eventos do Ultimate Fighting Championship no Brasil e mais três card do exterior.

Anderson, que enfrentaria o rival no Rio de Janeiro, fará a luta principal do UFC 148 no dia 7 de julho, em Las Vegas, Estados Unidos, evento que será transmitido somente para os fãs que adquirirem o pay-per-view. Ainda de acordo com a coluna, a Globo corre atrás para adquirir os direitos do combate mais aguardado da atualidade.

Os bastidores do confronto

O blog Por Dentro da Arena divulgou os bastidores da negociação entre o presidente Dana White e o campeão peso médio Anderson Silva. A princípio, o brasileiro estava irredutível e queria enfrentar o americano no Brasil para ‘dar-lhe uma lição’.

O dirigente tentou persuadir o melhor lutador da atualidade com o argumento de que a cidade do Rio de Janeiro não teria estrutura para receber os eventos da ONU e do UFC na mesma semana e que Las Vegas reúne condições para realizar um card de lutas de um dia para o outro.

Anderson cedeu, perguntou ao patrão o que ele queria que fosse feito e ouviu o dirigente dizer que fosse lá em fizesse uma grande apresentação. Silva então concordou:  “Se tem que ser assim, eu vou bater nesse cara em qualquer lugar, ele merece uma lição. Eu devo isso ao meu povo”.

Se por um lado a rede Globo se preocupa em resolver o impasse com a organização americana, sites americanos têm noticiado que Anderson Silva receberá sete milhões de dólares para encarar o rival em território inimigo.

Siga o blog Mano a Mano no twitter@EduardoCruzMMA