O UFC 146: “Dos Santos vs Mir” superou as expectativas e demonstrou porque os combates entre pesos pesados têm tanto apelo dos fãs das artes marciais mistas. Das cinco lutas do card principal, quatro terminaram em nocaute e um em finalização.

Dos sete confrontos do card preliminar, três contaram com participação de lutadores brasileiros. Glover Teixeira fez sua aguardada estreia e não decepcionou, já que finalizou Kyle Kingsbury com um katagatame no primeiro round. Edson Barboza Jr não repetiu as atuações anteriores e foi surpreendido por Jamie Varner, que o nocauteou nos cinco minutos iniciais e o campeão da última edição do TUF americano, Diego Brandão, foi superado por Darren Elkins, na decisão dos jurados.

Na co-luta principa da noite, Antonio Silva debutou contra o ex-campeão Cain Velasquez e foi derrubado logo no início da disputa e atacado por socos e cotoveladas, sendo que uma destas abriu um corte que causou um verdadeiro derramamento de sangue no octógono e que prejudicou a visão do paraibano, que acabou derrotado por nocaute técnico após a correta interrupção do árbitro.

A principal atração do UFC 146 foi a primeira defesa de título do campeão Junior dos Santos, que enfrentou o experiente Frank Mir em duelo previsto para cinco rounds. O catarinense provou a eficiência dos treinos com Rodrigo Artilheiro ao defender uma tentativa de queda logo no princípio da peleja, e daquele momento em diante, dominou o oponente com seu boxe.

“Cigano” atacou a linha de cintura do americano com frequência e seguiu minando o adversário jab após jab. Frank ensaiou alguns golpes – mas tão logo foi acertado pelo punho do aluno de Luiz Dorea – mas teve seu ímpeto contido pelo atleta da Champion, que abalou o desafiante no final do primeiro round e só não o nocauteou porque o gongo soou anunciando o término dos cinco minutos iniciais.

Após uma troca irônica de sorrisos, os lutadores voltaram à carga e Dos Santos se manteve superior no combate acertando os melhores socos. Num deles, Mir caiu em knockdown, mas o brasileiro optou por seguir a estratégia de evitar a luta de solo e não deu sequência ao ataque. Junior pediu para que seu oponente se reerguesse mas não demorou a derrubá-lo novamente com um direto de direita que deixou o adversário desnorteado no chão. “Cigano” acertou mais um soco em sua vítima e o árbitro parou a luta decretando vitória por nocaute técnico.

Junior dos Santos confirmou a superioridade sobre Frank Mir e o prognóstico do dia anterior, quando declarou na entrevista após a pesagem que nocautearia Mir no segundo round. O campeão discursou em inglês e português, para delírio dos fãs presentes ao MGM Grand Garden Arena e celebrou a vitória ao lado da equipe e do garoto Breno, que foi levado aos Estados Unidos para acompanhar a vitória de seu ídolo.

Resultados completos

UFC 146
Las Vegas, Estados Unidos
Sábado, 26 de maio de 2012

Card principal:

Junior Cigano derrotou Frank Mir por nocaute técnico no round 2

Cain Velasquez derrotou Antônio Pezão por nocaute técnico no round 1

Roy Nelson nocauteou Dave Herman no round 1

Stipe Miocic derrotou Shane Del Rosario por nocaute técnico no round 2

Stefan Struve finalizou Lavar Johnson com um armlock no round 1

Card preliminar:

Darren Elkins derrotou Diego Brandão por decisão unânime 

Jamie Varner derrotou Edson Barboza por nocaute técnico no round 1

C.B. Dollaway derrotou Jason Miller por decisão unânime

Dan Hardy derrotou Duane Ludwig por nocaute técnico no round 1

Paul Sass finalizou Jacob Volkmann com um triângulo no round 1

Glover Teixeira finalizou Kyle Kingsbury com um katagatame no round 1

Mike Brown derrotou Daniel Pineda por decisão unânime

Foto: Getty Images

Siga o blog Mano a Mano no twitter@EduardoCruzMMA