foto: site oficial do lutador

Junior dos Santos quer repetir o resultado da primeira luta contra Cain Velasquez no UFC 155, em dezembro. No primeiro encontro, realizado em 12 de novembro de 2011, na estreia da parceria do Ultimate Fighting Championship com os canais Fox e Globo, ‘Cigano’ nocauteou o ex-campeão em sessenta e quatro segundos e ele aposta que esse será o final do segundo confronto entre os melhores atletas até 120kg da atualidade.

“Acho que se levarmos em consideração que eu sou o peso pesado número um do mundo, o Cain com certeza é o segundo neste momento. Eu quero lutar com os melhores lutadores do mundo e o Cain Velasquez vai me dar o melhor dele com certeza. Adoro nocautear as pessoas e adoraria fazer isso de novo. Ele é bom em pé, mas se aceitar lutar em pé comigo de novo, ele vai ser nocauteado novamente” – disse ao MMAFighting.com.

O atleta da Team Nogueira se mantém focado no combate que será realizado no dia 29 de dezembro mas não deixa de responder as provocações de Alistair Overeem, contra quem teria feito a primeira defesa de cinturão se o holandês não tivesse sido flagrado no exame antidoping. Dos Santos diz que quer enfrentá-lo mas isso não quer dizer que ele mereça a disputa de título.

“Eu não acho que ele mereça [disputar o cinturão]. Ele acabou de falhar no teste de droga. Isso é ruim, é muito ruim para o título, mas eu quero lutar com ele. É diferente, não acho que ele mereça lutar pelo título mas quero derrotá-lo porque ele disse um monte de… Ele mentiu, ele mentiu. Eu quero essa luta mas isso não significa que ele mereça disputar o cinturão. O que importa agora é o Cain Velasquez”, disse.

O catarinense Junior Cigano se refere às declarações de Alistair sobre o receio do brasileiro em encará-lo. Caso mantenha o cinturão no UFC 155, o aluno de Luiz Dorea deverá enfrentar Overeem em sua terceira defesa de título, de acordo com o presidente Dana White, que recentemente declarou que o campeão implorou por um confronto contra o atleta da equipe Blackzilian.

Siga o blog Mano a Mano no twitter@EduardoCruzMMA