foto: divulgação

O assunto mais comentado nas últimas semanas foi a super luta entre Anderson Silva e Georges Saint Pierre. O brasileiro quer enfrentar o canadense a qualquer custo mas o campeão meio médio do Ultimate Fighting Championship alega que precisa de tempo para se decidir sobre enfrentar ou não o melhor peso por peso do momento e também que precisará de alguns meses para ganhar massa muscular para o confronto em categoria de peso combinado.

O ganho de peso é o principal argumento de ‘GSP’ para não aceitar a disputa porque ele acredita que essa será uma decisão sem volta e diz que ainda há grandes combates para ser feitos em sua categoria, que tem limite máximo de setenta e sete quilos.

St-Pierre também quer milhões de dólares para enfrentar Anderson. De acordo com o jornalista Mike Straka, que recentemente participou do programa The MMA Beat, uma pessoa próxima ao atleta informou que ele pedirá cinquenta milhões de dólares para lutar com o ‘Aranha’.

A fonte informou que ‘Rush’ ganha aproximadamente oito milhões por luta mas subiria o valor de sua bolsa devido ao risco de ser machucado por um oponente maior e mais forte.

“Porque ele disse que o Georges tem dez lutas restantes em sua carreira a oito milhões, mas ele acredita que o Anderson pode machucá-lo, pode fisicamente feri-lo e acabar com a carreira dele, então, para pegar a chance, ele quer cinquenta milhões e essa é exatamente a quantia com a qual ele irá apresentar ao Dana”, disse Straka.

Georges St. Pierre não demorou a se pronunciar sobre as declarações de Mike Straka. “Eu não fui informado sobre isso, não é verdade. Ninguém me falou sobre isso e eu estou na França agora. Não vi o artigo e não comentarei”, disse ao site 985Sports.ca.

O valor que supostamente será pedido por Georges é absurdo para a realidade do MMA, que ainda está distante do boxe em valores pagos aos principais lutadores. No entanto, a proposta faz sentido já que o Ultimate pretende realizar o duelo entre campeões para uma plateia de cem mil pessoas no estádio do Dallas Cowboys.

Se for confirmada, essa será a maior luta da história do evento e tem plenas condições de quebrar o recorde de venda de pacotes televisivos, os pay-per-views, principal fonte de arrecadação da organização.

Siga o blog Mano a Mano no twitter@EduardoCruzMMA