foto: Silva e Jones Jr/Reprodução

Em março de 2008, o empresário Ed Soares declarou ao site MMA Weekly que Anderson Silva gostaria de enfrentar Roy Jones Junior em uma luta de boxe. De acordo com o líder da equipe Black House, ele e sua equipe estavam cansados de ouvirem dizer de boxeadores profissionais que os lutadores de MMA não eram técnicos e que seu atleta adoraria provar  nas regras da arte nobre que também é técnico.

O campeão peso médio do Ulttimate Fighting Championship voltou a falar sobre o confronto contra o astro do boxe em entrevista concedida ao New York Post. Por telefone, ele declarou que prefere “muito, muito mais” enfrentar Roy Jones Jr do que fazer as aguardadas super lutas contra os campeões meio-pesado e meio médio Jon Jones e Georges Saint Pierre, respectivamente.

“Eu acho que todo mundo tem algo em que eles estão focados e esse é o meu desejo, é algo que eu gostaria de fazer. Talvez um dia, quando eu tiver encerrado a minha carreira no UFC, eu vou boxear com o Roy Jones” – afirmou o campeão que se prepara para defender o cinturão no dia 6 de julho contra Chris Weidman no UFC 160, que será realizado no MGM Grand Garden Arena, em Las Vegas.

A vontade de Anderson vai além de fazer uma luta nas regras do boxe. Ele quer enfrentar Roy Jones também em uma luta nas regras das artes marciais mistas. RJ Jr atualmente está com quarenta e quatro anos de idade, vem de três derrotas consecutivas, e já não é visto em ação como nos tempos em que esteve no auge da carreira. Já o brasileiro acabou de completar 38 anos e não parece diminuir o ritmo.

O atleta da X-Gym não descarta os combates contra Jon Jones e Georges St. Pierre mas não está certo se um dia irá realizá-los. “Você pode pensar, pensar, pensar ou buscar coisas mas nunca encontrá-las. É difícil para mim conjeturar sobre isso” – disse antes de reafirmar o seu desejo: “Isso é algo que eu realmente estaria interessado. Talvez o Dana [White] deveria fazer essa luta [contra RJ Jr]” – concluiu.

Siga o blog Mano a Mano no twitter@EduardoCruzMMA